sábado, 10 de outubro de 2009

Triste

Olá meninas


Hoje estou triste, perdi um tio muito querido...


Nele eu encontrava as lembranças da minha infancia, era o meu tio mais novo, tinhamos 20 anos de diferença. Quando eu nasci ele era a "criança" da familia e eu o xodó de todo mundo. Ele se foi sendo uma criança, cheio de planos, idéias criativas para salvar o mundo... Por outro lado, era um promotro publico sério e muito respeitado na cidade que escolheu pra chamar de sua.


Convivi com ele até meus 8 anos, quando ele se mudou, a partir dai nos viamos muito pouco, mas sempre sentia que era do mesmo jeito, nunca deixei de ser a sua Kitty (apelido de infancia que só ele continuava me chamando depois que cresci). Quando perdemos a minha avó, ele chegou e correu pros meus braços...nunca vou esquecer, parecia que nós compartilhavamos a mesma intencidade da dor...


Hoje sinto um misto de saudade e alívio, pois ele estava sofrendo com um cancer linfático desde de março, internado no hospital, sem poder sair da cama. Por outro lado, tinha tantos planos, estava com apenas 47 anos...são coisas da vida. Também penso que tive tantas oportunidades de ficarmos juntos, mas essa mania do ser humano de sempre deixar tudo pra depois, hoje penso duas vezes antes de abrir mão em estar com as pessoas que amo.


Deixo pra vcs a música do Legião Urbana que ficou na minha cabeça hj o dia todo...





É tão estranho


Os bons morrem jovens


Assim parece ser


Quando me lembro de você


Que acabou indo embora


Cedo demais



Quando eu lhe dizia


Me apaixono todo dia


É sempre a pessoa errada


Você sorriu e disse


Eu gosto de você também


Só que você foi embora...


Cedo demais!



Eu continuo aqui


Meu trabalho e meus amigos


E me lembro de você


Em dias assim


Dia de chuva


Dia de sol


E o que sinto não sei dizer...



Vai com os anjos


Vai em paz


Era assim todo dia de tarde


A descoberta da amizade


Até a próxima vez...



É tão estranho


Os bons morrem antes


Me lembro de você


E de tanta gente que se foi


Cedo demais!


E cedo demais...



Eu aprendi a ter


Tudo o que sempre quis


Só não aprendi a perder


E eu que tive um começo feliz...


Do resto não sei dizer



Lembro das tardes que passamos juntos


Não é sempre mais eu sei


Que você está bem agora


Só que neste mundo


O verão acabou.
Cedo demais!






Bjokas

4 comentários:

Maitê disse...

Oi querida !!!!

Eu nunca sei o que dizer nestas horas ...

Só posso rezar e pedir a Deus para confortar você da melhor forma possível.

Beijinhos

ღ Cris e Gui ღ disse...

Sinto muito.

Que ele vá em paz!

Beijos confortadores

Quiane disse...

é muito triste perder quem amamos...
vim fazer uma visita e deixar um beijo
Quiane

Anônimo disse...

Me emocionei com sua história...